Como se não bastasse a pandemia de coronavírus e as medidas de isolamento social, o feirense enfrenta uma manhã de terça-feira de caos. Os ônibus não circulam devido ao protesto de moradores da zona rural. Terminais estão fechados, para evitar depredações. E nessa confusão toda, quem sofre é o usuário.
Com os três terminais fechados e ônibus nas garagens, os pontos amanheceram lotados. Sem saber o que acontecia, faltou paciência e sobrou reclamações por parte dos usuários.
Os passageiros do transporte coletivo da zona rural impediram, mais uma vez, a saída de ônibus da garagem da empresa Rosa. O protesto é pela retirada de ônibus nas linhas distritais, que foram substituídos por vans. Desde a última terça-feira (5), estão sendo realizadas manifestações.
Dezenas de moradores dos distritos de Matinha e Maria Quitéria estão acampados desde a manhã de quinta (7) na porta da empresa Rosa. Por conta disso, os bairros da região norte da cidade, atendidos pela empresa, estão sem transporte coletivo.
(Informações e foto: site Acorda Cidade)