Reviravolta na Câmara. O juiz Gustavo Hungria, da 2ª Vara da Fazenda Pública, determinou a posse do policial militar Josafá Ramos (foto) como vereador na Câmara Municipal de Feira de Santana. O prazo é de 5 dias para posse do cargo.
A decisão é do último dia 7 de maio, após julgamento de um mandado de segurança impetrado pelo suplente. Com esta decisão, Josafá Ramos ocupa a vaga de Robeci da Silva Lima (Robeci da Vassoura), empossado após o ex-vereador Pablo Roberto Gonçalves da Silva assumir a Secretaria Municipal de Desenvolvimento Social, e já pode assumir o mandato quando desejar. 
O site Olá Bahia teve acesso à decisão liminar. Nela o juiz Gustavo Hungria determina que seja observada a ordem de suplência, dando posse a Josafá Ramos. Em caso de descumprimento da ordem, o presidente da Câmara, vereador José Carneiro, poderá ser multado.
COMO FOI - Josafá Ramos disputou a eleição para vereador em 2016 pela coligação PTB/PRP/PV/PEN/PHS. Ele obteve 3.469 votos, ficando na 27ª colocação geral, além da terceira suplência. Já Robeci da Vassoura, segundo a defesa de Josafá Ramos, ficou com a 4ª suplência, com 3.178 votos.
“Nosso cliente é o legítimo dono da vaga. Ele foi eleito e deve ser conduzido ao cargo”, acentua o advogado de Josafá, Hércules Oliveira, que também afirmou que deve acionar o presidente da Casa, José Carneiro Rocha, na Justiça por improbidade administrativa.
O procurador da Câmara de Vereadores, advogado Guga Leal, afirmou ao site Olá Bahia que a Casa Legislativa não vai recorrer da decisão. “A Câmara não tem interesse nesse ou aquele vereador. Por isso, não vamos recorrer”, justificou.