O vereador Edvaldo Lima (MDB) soltou mais uma de suas pérolas Câmara Municipal. Ele usou a tribuna da Casa nesta terça (19) para criticar o fechamento do comércio, determinado por Decreto Municipal e, pior, defender o isolamento social apenas para pessoas que compõem grupos de risco.
Ignorando completamente o aumento do número de casos positivos de coronavírus em Feira, Edvaldo Lima  questionou a decisão do prefeito Colbert Filho e afirmou que, durante a flexibilização do comércio, “não houve aglomeração”, em virtude da “responsabilidade dos empresários que mantiveram a distância entre os clientes e ofertaram álcool em gel”.
Se dizendo preocupado, Edvaldo Lima alertou para "as consequências econômicas da pandemia da covid-19 e o possível aumento no índice de desemprego, motivado pelas restrições do mercado e comércio".
E pior, soltou a seguinte bobagem, segundo boletim da Câmara de Vereadores: "Nesta perspectiva, o vereador reivindicou pelo funcionamento dos estabelecimentos comerciais e defendeu a adoção do isolamento vertical, no qual somente as pessoas que compõem os grupos de riscos, fiquem em distanciamento social".
(Com informações na Assessoria de Comunicação da Câmara de Vereadores)