O Ministério Público quer informações sobre as circunstâncias da morte de Venâncio dos Santos Filho, por covid-19, ocorrida na noite de quinta-feira (18). Em nota, a Prefeitura diz que está acompanhando o mais próximo possível a qualidade dos serviços prestados à comunidade no Hospital de Campanha de Feira e também cobra informações sobre a morte do paciente.
Venâncio é o mesmo paciente que gravou um vídeo reclamando que não estava sendo medicado devidamente no Hospital de Campanha (veja vídeo acima).  Ele tinha, segundo a nota, várias comorbidades (asma, hipertensão arterial, diabetes e obesidade).
Vale salientar que a gestão da unidade, exclusiva para pacientes feirenses de covid-19, é da S3 Estratégias e Soluções, entidade contratada em processo licitatório pelo poder público.
O prefeito Colbert informa que a fiscalização ao trabalho é permanente e tem o acompanhamento, inclusive, do Ministério Público. "Lamentamos profundamente a morte desse paciente e nos solidarizamos com a sua família pela perda", diz o prefeito. Ele observa que o vírus "pode ser fatal e pessoas com comorbidades correm sérios riscos ao contrair". 
No entanto, afirma Colbert, "a nossa determinação é fazer tudo o que tem que ser feito por um hospital para salvar vidas". Ele tem convicção do comprometimento de todos os profissionais  que estão envolvidos neste hospital e de sua direção. "Não vamos medir esforços para que ali se ofereça o melhor".
A Secretaria Municipal de Saúde também requisitou à S3 Estratégias e Soluções todos os esclarecimentos sobre a morte do paciente, bem como de reclamações feitas pela família.
(Com informações da Secretaria de Comunicação)