O prefeito Colbert Filho vai solicitar, oficialmente, que o Ministério Público apure a desobediência de organizadores de uma festa na zona rural, a ponto de tentar impedir a ação da Fiscalização Preventiva Integrada (FPI). “Não é possível que algumas pessoas continuem fazendo deboche da pandemia e que ainda tentem intimidar e enfrentar a fiscalização”, afirmou o prefeito.
As primeiras informações indicam que foi preciso uma ação enérgica da Polícia Militar, que compõe a FPI, no sentido de acabar a festa e apreender dois “paredões” de som que estavam sendo utilizados. “Houve reação à apreensão do som e isso só foi possível quando os militares que estavam na fiscalização também reagiram”, informou Colbert.
A festa estava sendo realizada na localidade conhecida como Corredor dos Araçás, na zona rural de Feira de Santana, na noite de sábado (27).  Dois “paredões” animavam cerca de 100 pessoas, até que a fiscalização foi acionada por meio de uma denúncia via o telefone 156, da Prefeitura Municipal. O som foi apreendido.    
“Vou solicitar a participação do Ministério Público no incidente porque entendo que a falta de respeito à fiscalização é grave. Algumas pessoas insistem em colocar suas vidas em risco, desrespeitando a prevenção contra a covid-19, mas não podem impor esse desrespeito àqueles que estão nas ruas tentando preservar a saúde da sociedade, como é o caso dos integrantes da FPI”, acrescentou. 
(Com informações da Secretaria de Comunicação)