As convenções partidárias, remanejadas para acontecerem entre 31 de agosto e 16 de setembro pela PEC (Proposta de Emenda à Constituição nº 18 de 2020), em razão da pandemia de covid-19, pode ser realizadas em formato virtual para a escolha de candidatos e formação de coligações majoritárias nas Eleições 2020 - ainda que não previstas no estatuto partidário e nas diretrizes publicadas pelo Diretório Nacional até 7 de abril de 2020.
“Parágrafo único: Aos partidos políticos é assegurada autonomia para a utilização das ferramentas tecnológicas que entenderem mais adequadas para as convenções. Art. 2º A realização das convenções em formato virtual obedecerá aos prazos aplicáveis às Eleições 2020 e às regras gerais da Lei nº 9.504/1997 e da Resolução (TSE) nº 23.609/2019 sobre a matéria”.