“Quero agradecer ao deputado Targino Machado, que, lá atrás, em algumas entrevistas, citou meu nome a José Ronaldo como opção até para ser candidato a prefeito de Feira pelo DEM. Com certeza essa lembrança também me despertou para voltar a fazer política”. A declaração é do ex-deputado federal Fernando de Fabinho (DEM) ao Protagonista, a comentar sobre sua indicação a candidato a vice na chapa de Colbert Filho.

Fernando de Fabinho diz que só soube que seria o indicado a vice na chapa de Colbert, na quarta-feira (26), dia da Live anunciada por José Ronaldo para oficializar o escolhido. “José Ronaldo respeitou o tempo de todos neste processo”, avalia Fernando.

Indagado pelo Protagonista sobre quando decidiu deixar o hiato de dez anos na política, para se envolver na sucessão municipal em Feira, Fernando de Fabinho diz que a pandemia também contribuiu para isso. “Os negócios deram uma reduzida, como em todos os setores e lugares, e assim tive mais tempo para pensar em política. Me reaproximei de José Ronaldo”, diz.

Sobre os ataques nas redes sociais, imediatos ao anúncio de seu nome como o candidato a vice na chapa de Colbert, Fabinho diz que são assuntos superados. “Ainda não me passaram (as postagens). Essas matérias são políticas, quando ainda era deputado federal. Assuntos superados, arquivados e que não progrediram. Tenho todas as certidões”, acentua.

Em relação à “ferrugem” citada em seu discurso, devido aos 10 anos de afastamento da política -, Fernando entende que “com o carinho e contato com o povo essa ferrugem sairá rapidamente, claro que respeitando os protocolos de segurança em relação à pandemia de coronavírus”.