Se uma imagem vale mais que mil palavras, o ex-deputado federal Fernando de Fabinho (DEM) está, sim, envolvido até o pescoço na sucessão municipal em Feira de Santana, embora negue. No último final de semana foi fotografado ao lado de ninguém menos que o prefeito Colbert Filho e o ex-prefeito José Ronaldo, na zona rural.

O trio estava em um evento no distrito Governador João Durval (Ipuaçu), acompanhado do pré-candidato a vereador, Jurandir Carvalho. De acordo com avaliação do jornalista Luiz Santos, com essa mobilização Fernando de Fabinho teria colocado uma cabeça à frente no páreo pela indicação de candidato a vice na chapa de Colbert – definição que caberá a José Ronaldo.

Luiz diz, inclusive, que José Ronaldo teria uma dívida histórica com o ex-deputado desde 2008, quando indicou Tarcízio Pimenta candidato a prefeito, quando Fernando de Fabinho esperava a indicação.

“Ninguém pode tirar os méritos políticos de Fernando de Fabinho. Quando deputado federal ele foi o mais votado em Feira. Resta saber se depois de 10 anos fora do cenário político – como se fosse um atleta fora de forma - se o ex-deputado teria fôlego suficiente para enfrentar essa competição. Tratando-se de um político, será que tem o mesmo prestígio de antes perante o eleitorado feirense?”, questiona Luiz Santos.

“Como dizem que o grupo ‘ronaldista’ é unido, só resta a Justiniano França e Zé Chico – concorrentes- arregaçar as mangas e partir para a batalha. Afinal de contas um bom time se faz com bons atletas e um excelente técnico”, acentua Luiz.

“No entanto, não adianta ter bons atletas, bom técnico e a torcida (eleitores) não marcar presença. E sendo eleitor o principal protagonista neste jogo, caberá a ele decidir os melhores em campo no dia da partida, em 15\11\2020 primeiro turno das eleições municipais”, conclui Santos.