O deputado estadual Targino Machado (DEM) enviou ao Protagonista uma nota em resposta à matéria “Fernando de Fabinho credita a Targino Machado e à pandemia de coronavírus sua volta à política”. Confira abaixo a íntegra da nota:

“Se ele entendeu assim, deveria ficar desconfiado, pois, por vezes, os políticos escolhem os melhores adversários, que são aqueles melhores de serem vencidos. A minha única surpresa é ele aceitar ser vice de Colbert, depois de ter me apontado tantas mazelas deste que hoje é seu companheiro na chapa a ser abatida. Não o culpo pela incoerência. Enfim, a ferrugem é algo difícil de ser combatida nas ferragens, imagine nos neurônios. Para ele, Fernando de Fabinho, a única coisa positiva é o seu compadre, ex-prefeito, ter esquecido as razões que o fizeram não aceitá-lo como candidato a prefeito em 2008. Enfim, ele, José Ronaldo, disse a mim e a muitos, após justificar que Fernando tinha problemas muito sérios com a Justiça. Como o mundo dá voltas, os problemas na Justiça de José Ronaldo, hoje, são infinitamente maiores. Êta Feira de Santana que dá e deixa”.