A construção de um hospital municipal, para atender à demanda de pacientes em Feira de Santana, que só conta com o serviço público do Hospital Geral Clériston Andrade, é uma das principais propostas do candidato a prefeito pela coligação “Muda Feira”, Carlos Geilson. Se eleito, ele também pretende investir em projetos e ações que visam alavancar o desenvolvimento da cidade, dinamizar os serviços públicos municipais e garantir melhores serviços à comunidade feirense.

Além do hospital, que visa a ampliação do número de leitos hospitalares na cidade, na área de saúde o ex-deputado estadual Carlos Geilson também pretende implantar o Programa Saúde Digital, para disponibilizar a marcação de consultas por aplicativo de celular e disponibilizar ao cidadão uma ferramenta para o gerenciamento de seu histórico clínico digital.

Ainda na área de saúde, também estende os serviços para os pets. Em seu programa de governo consta a criança de política para aprimoramento do bem-estar animal, incluindo castração e chipagem, com a construção da Clínica Veterinária do Povo. “E, a depender do sucesso, que acredito que terá, vamos construir o hospital veterinário”, afirmou.

Ainda no leque de ações voltadas para a saúde consta a criação do programa Exame em Dia, com foco na redução das filas de exames, para exames e consultas que são marcadas. “Na área de saúde, são 17 itens, peguei quatro principais”, informou.

Já na educação, pretende investir na formação continuada de professores, implementar o Programa Escola em Tempo Integral, ampliar o horário de funcionamento das creches e implantar um sistema de reconhecimento facial da chegada do aluno na escola.

Para ouvir e ajudar todos os segmentos da sociedade, pretende criar a Ouvidoria Municipal.

Na área de infraestrutura, pretende ampliar corredores e avenidas fora do Anel de Contorno, seguindo a ideia de que esta área seria a Feira Nova. E recuperar todas as avenidas e ruas dentro do Anel de Contorno, através do Feira Velha, a Feira mais antiga dentro do Anel de Contorno.

Dentre as obras ainda consta a duplicação da avenida Tomé de Souza, ampliar o viaduto do 35 BI, fazer a ligação entre os conjuntos Viveiros/ Feira X e expandir a avenida Ayrton Senna até o Aeroporto de Feira, dentre diversas outras propostas.

Na área de Cultura, Esporte e Lazer, Carlos Geilson destacou algumas das propostas de governo, dentre várias outras que elencou em seu programa. Dentre elas implementar o programa de valorização dos artistas feirenses e implantar um programa de valorização dos artistas de rua.

Já os Serviços Públicos, as principais propostas são reorganizar o processo de carga e descarga no centro da cidade e criar Sub-prefeituras regionais e distritais.

Enquanto isso, o programa voltado para a área de Desenvolvimento Econômico foca em estimular o turismo de negócios a partir do Centro de Convenções dedicado ao estímulo do empreendedorismo e do desenvolvimento econômico sustentável. “Ver se este governo acaba o Centro de Convenções. Se não acabar, o Município vai ter que se responsabilizar pela construção do Centro de Convenções”, destacou o candidato Carlos Geilson.

Para o Meio Ambiente, candidato pretende aprimorar a política de preservação e revitalização das lagoas, riachos, nascentes e demais recursos hídricos naturais. Também combater a poluição sonora e visual.

Após receber a visita da Guarda Municipal, Carlos Geilson fez compromisso de que a indicação do futuro chefe da Guarda Municipal sairá de uma lista tríplice. “Vão apresentar três nomes, eu os entrevistarei e escolherei”, garantiu.

Ao todo, o programa de governo de Carlos Geilson, que tem como candidato a vice o servidor público estadual Deibson Cavalcanti, consta de 150 itens. Dentre eles também a construção da Orla do rio Jacuípe, criar política de proteção às mulheres, política de combate à discriminação racial e as minorias, dentre muitos outros.