Feira de Santana tem 10 candidatos a prefeito e vice concorrendo nas eleições. Todos já fizeram suas declarações de bens. Quando o assunto é a conta bancária, tem de tudo. De candidato endinheirado a sem nenhum bem declarado.

Juntos, o o deputado Zé Neto e o seu vice, empresário Roque Eudes Souza dos Santos, ambos candidatos pela coligação “A mudança que Feira quer”, somam a importância declarada em bens no Tribunal Superior Eleitoral (TSE) no montante de R$ 5.093548,25, sendo quase que a metade de cada um. Já a candidata a prefeita pelo PSOL, Marcela Prest, e seu vice, Erivaldo Jesus das Virgens, o Phil Bala, ambos do mesmo partido, não declararam possuir qualquer bem.

Dentre os candidatos mais abastados despontam, na sequência, pelo montante de posses, o candidato a prefeito pelo partido Novo, o empresário Carlos Medeiros Miranda. Além de imóvel e veículo, destaque para ações em empresa de bebidas, somando patrimônio declarado no montante de R$ 1.297.756,93. Já a candidata a vice, servidora pública federal Louise de Oliveira Batista Novais, declarou bens no montante de R$ 1.058.062,21, dentre os quais imóveis e cotas em fundos.

Na sequência aparece Nelson Roberto de Oliveira Silva, o Nelsinho da Kamys – às voltas com problemas para confirmar candidatura. O empresário declarou patrimônio no montante de R$ 957.526,10, que consiste principalmente em imóveis. Já seu vice, o também empresário feirense Bruno Lima de Almeida Porto declarou apenas possuir uma poupança no montante de R$ 61.713,09.

O atual prefeito e candidato à reeleição, médico Colbert Filho, da coligação Trabalho Constante, declarou possuir um patrimônio de R$ 895.895,70, com destaque para imóveis, fundos e planos de previdência. Enquanto isso, o seu vice, empresário Fernando de Fabinho, declarou patrimônio de R$ 296.908,79, com destaque para a posse de imóveis.

O ex-deputado estadual Carlos Geilson, do Podemos, declarou patrimônio no montante de R$ 716.820,34, destaque para saldo em conta bancária. O candidato a vice, Deybson Cavalcanti, declarou patrimônio no total de R$ 178.000,00, incluindo uma casa.

O vereador e candidato a prefeito pelo PSB, Roberto Tourinho, declarou bens no total de R$ 222.325,35, com destaque para imóveis. Enquanto isso, o candidato a vice, o empresário feirense Ângelo Almeida, o superou em patrimônio, com um total declarado de R$ 385.988,77, com destaque para propriedade rural e valor em espécie.

Candidato pela coligação “Pra Feira ficar 10”, o deputado José de Arimatéia declarou apenas possuir um veículo, no valor de R$ 75.000,00. Enquanto isso, seu vice, professor Cabo Paulo Tarso, policial militar, não declarou bens.

A surpresa ficou para a deputada federal Dayane Pimentel, que concorre ao cargo de prefeita pelo PSL. Ela declarou possuir apenas R$ 58.278,23 investidos em uma caderneta de poupança. Já o candidato a vice, professor Sérgio Luís Silva Passos, não declarou bens.