Sem notificação oficial da Vara da Fazenda Pública determinando a suspensão da ação, a Polícia Militar pode continuar com as "Blitze do IPVA", como ficou conhecida a fiscalização em Feira de Santana.

O assessor de Comunicação do Comando de Polícia Regional Leste (CPRL), tenente Yuri, informa que a Policia Militar ainda não foi notificada pela Justiça (leia mais). Tão logo isso ocorra, a CPRL deverá ser comunicada da determinação.

Na próxima semana, possivelmente na quarta-feira (7), o coronel Uziel, comandante da CPRL, deverá convocar a imprensa para coletiva virtual por rede social para tratar do assunto.

Até a notificação chegar oficialmente à PM, conforme ressalta o tenente Yuri, cada companhia independente instalada nas regiões de Feira de Santana terá autonomia para decidir se prossegue com a fiscalização.

Outra questão ressaltada pelo tenente Yuri é referente ao teor da ação, que visa somente a suspensão da fiscalização do IPVA, mas não a fiscalização do pagamento do licenciamento e do seguro obrigatório.