Imagens de câmeras de segurança são a esperança para identificar os três agressores do ex-prefeito Tarcízio Pimenta. O caso aconteceu neste domingo (15), próximo ao Instituto de Educação Gastão Guimarães.

Tarcízio foi agredido com vários chutes e pancadas na cabeça, quando gravava um vídeo. Em entrevista ao site Acorda Cidade, Tarcízio disse que foi surpreendido por três homens, quando estava gravando um vídeo sobre saúde para as suas redes sociais.

Para piorar a situação, Tarcízio Pimenta também informou que procurou atendimento em um hospital particular, mas que não conseguiu. Segundo ele, o hospital alegou que não poderia atendê-lo porque ele não estava com a carteira de identidade. O médico portava apenas o cartão do convênio de saúde.

“Uma coisa lamentável, um médico chegar ao hospital e ser rejeitado porque não tem a carteira de identidade. Estou com meu plano de saúde pago, mas eles me negaram o atendimento”, contou ao site.

A filha de Tarcízio, Bruna Pimenta, que é advogada, disse que já identificou o local e vai buscar imagens em câmeras de segurança. “Quem fez isso vai responder”, afirmou.