Notícia

Comerciantes da Marechal Deodoro cobram conclusão de obras e relocação de ambulantes; prefeito esclarece

Atualmente, a rua Marechal Deodoro está ocupada completamente por ligeirinhos e vendedores ambulantes
Comerciantes da Marechal Deodoro cobram conclusão de obras e relocação de ambulantes;  prefeito esclarece Comerciantes da Marechal Deodoro cobram conclusão de obras e relocação de ambulantes;  prefeito esclarece

Comerciantes que atuam na rua Marechal Deodoro, no centro de Feira de Santana, cobram da Prefeitura a conclusão das obras do Projeto Novo Centro e uma maior fiscalização em relação à presença de vendedores ambulantes e camelôs no local.

Em contato com o Protagonista, vários comerciantes se manifestaram sobre o assunto, reclamando de prejuízos. "É uma obra importante, que vai deixar a Marechal Deodoro bem melhor, mas enquanto as obras não terminam e a Prefeitura não libera o local para veículos, os ambulantes e ligeirinhos tomaram conta", protesta um comerciante, que pediu para não ser identificado, temendo represálias.

"Desocuparam o Beco da Energia com a justificativa que seria revitalizado. Não aconteceu. Aí os ambulantes de lá também se alojaram na Marechal. O resultado disso é uma gande confusão em frente às lojas, o que acaba prejudicando as vendas", diz uma outra comerciante.

"A cada dia aparecem mais ambulantes. Estão ocupando até a parte da rua já concluída. A gente percebe que quando a obra terminar, a Marechal vai ficar organizada e bonita, então é preciso a Prefeitura agir", diz um outro comerciante.

"Apelamos ao governo municipal para acelerar a conclusão das obras na Marechal Deodoro para facilitar o acesso dos nossos clientes às lojas. Temos enfrentado dificuldades sobre isto", lamenta um comerciante.

Em entrevista ao programa Acorda Cidade, nesta terça (5), o prefeito Colbert informou que R$ 30 milhões foram liberados pelo governo federal, através da Caixa Econômica, fruto de empréstimo, para a conclusão do Projeto Novo Centro em Feira de Santana. Disse, ainda, que as intervenções na rua Marechal estão incluídas neste pacote. "Estes recursos estavam bloqueados na Caixa devido ao atraso na aprovação do orçamento. Além de concluir a Marechal, vamos refazer praças centrais como Bernardino Bahia. Estamos buscando o diálogo com os ambulantes da Marechal Deodoro para que se mudem para feiras livres e Centro de Abastecimento, porque até o ao final das obras, que serão retomadas agora, eles terão que deixar o local. Isso é certo", explica Colbert.

Ainda sobre a questão das obras do Projeto Centro na Marechal, uma decisão do STF (Supremo Tribunal Federal), de 2020, impede desocupações semelhantes, até o dia 31 de outubro próximo, em todo o país, ainda uma decisão relativa aos efeitos econômicos da pandemia na época.

 

Comentários (1)

Cidade caos. Só maluco para ir na Marechal comprar alguma coisa.

Leia mais

Publicidades