Notícia

Empresas cobram agilidade na liberação de viabilidades em secretarias

As viabilidades são solicitações para abertura e alterações cadastrais das empresas
Empresas cobram agilidade na liberação de viabilidades em secretarias Empresas cobram agilidade na liberação de viabilidades em secretarias

Escritórios de contabilidade de Feira de Santana enfrentam dificuldade para as análises das “viabilidades” enviadas a secretarias municipais. A reclamação é referente à demora para análise e liberação da documentação.

Alguns representantes do setor contábil e empresarial entraram em contato com o Protagonista, relatando a dificuldade. “No ano passado as secretarias de Desenvolvimento Urbano (Sedur) e de Meio Ambiente (Semam) levavam, em média, três dias para analisar os pedidos de viabilidade. Este ano, com as mudanças com nomeações, os pedidos estão em análise sem qualquer resposta”, relata um contador.

“Desta forma está inviabilizando as opções pelo Simples Nacional, com prazo para adesão até 29/01/2021. Clientes estão perdendo a oportunidade de aderir ao financiamento do governo federal, o Pronampe”, pontua.

As viabilidades são solicitações para abertura e alterações cadastrais das empresas.

Já o Pronampe foi criado pela Lei nº 13.999/2020. É uma linha de crédito especial no valor de R$ 15,9 bilhões para ajudar micro e pequenas empresas com recursos financeiros e, assim, evitar demissões.

 

 

 

Seja o primeiro a comentar

Mais notícias