Notícia

Exclusivo: advogado Ícaro Ivvin deve pagar multa e prestar serviços comunitários por acusação de assédio sexual, propõe Ministério Público

Ícaro Ivvin, por recomendação do Ministério Público, deve pagar multa e prestar serviços comunitários
Exclusivo: advogado Ícaro Ivvin deve pagar multa e prestar serviços comunitários por acusação de assédio sexual, propõe Ministério Público Exclusivo: advogado Ícaro Ivvin deve pagar multa e prestar serviços comunitários por acusação de assédio sexual, propõe Ministério Público

Caminhou o processo contra o advogado Ícaro Ivvin, acusado de assédio sexual contra uma funcionária dentro da Secretaria Municipal de Desenvolvimento Social. O Protagonista teve acesso, com exclusividade, ao posicionamento do Ministério Público, que recomenda "proposta de transação penal", com multa de 1 salário mínimo e pagamento de serviços comunitários. Uma nova audiência no processo, que corre em segredo de Justiça, está marcada para o dia 28 de março de 2021. 

Ícaro foi acusado pela funcionária E.C.R. de assédio, em 2019. Porém, no decorrer do processo, ambos confirmaram que houve prática de sexo dentro da Secretaria Municipal de Desenvolvimento Social, onde o advogado respondia interinamente - ele era o procurador geral do Município na época e acumulava os cargos.

O advogado afirma que o sexo foi consensual; a servidora nega, e diz que foi coagida e forçada. Ícaro foi exonerado tanto do cargo de secretário municipal quanto de procurador geral do Município. A funcionária ainda recebe acompanhamento psicológico no CAPS e voltou a trabalhar em outro local. 

 

Comentários (0)

Leia mais

Publicidades