Notícia

Mulheres trans são vítimas de ataque de fúria em Feira de Santana

Irys (de preto) e Kalyane (de vestido listrado) foram até a delegacia prestar queixa (de branco a mãe de Irys)
Mulheres trans são vítimas de ataque de fúria em Feira de Santana Mulheres trans são vítimas de ataque de fúria em Feira de Santana

Um caso de transfobia é investigado pela Polícia Civil de Feira de Santana, após um homem, em fúria, destruir uma barraca de lanches de uma mulher trans e sua amiga, também trans, no bairro Gabriela, em Feira de Santana.

Segundo relato de Írys e Kalyane, as duas estavam sendo vítimas de ameaças por parte de um homem - de identidade não informada - há algum tempo. "Ele vinha ameaçando, e tudo ficou pior após a gente iniciar a transição legal para mulheres trans", conta Irys.

No último final de semana as ameaças se concretizaram. O autor das ameaças foi até a barraca de lanches de Irys, localizada no conjunto Homero Figueiredo, no bairro Gabriela, e, em um ataque de fúria, destruiu tudo. Produtos e partes da barraca ficaram espalhados na avenida. Tudo foi registrado em um vídeo.

As duas jovens trans, então, decidiram prestar queixa. O caso está sendo investigado pela 2a Delegacia. De acordo com o advogado das jovens, Niverton Tavares, é um caso de transfobia. "Vamos buscar judicialmente responsabilizar o autor e garantir  seguranças das duas jovens", destaca.

(Foto: reprodução de imagem da TV Subaé).

 

Comentários (0)

Leia mais

Publicidades