Notícia

Técnica de enfermagem do SAMU infectada por covid-19 volta ao trabalho

Eva mora em Feira de Santana, mas trabalha atualmente no SAMU m Salvador
Técnica de enfermagem do SAMU infectada por covid-19 volta ao trabalho Técnica de enfermagem do SAMU infectada por covid-19 volta ao trabalho

A técnica de enfermagem Eva Medeiros da Silva, do SAMU, retorna ao trabalho esta semana, após se recuperar de contágio por covid-19. Em entrevista exclusiva ao Protagonista, ela relata seu drama, após receber a vacina coronavac.

Eva explica que, assim como outros colegas do SAMU, após ser vacinada começou a sentir sintomas da doença. “Senti dor de cabeça forte e calafrios, inicialmente, na primeira noite após ser vacinada”, explica.

Residente em Feira, mas trabalhando atualmente no SAMU de Salvador – ela trabalhou por 13 anos no SAMU de Feira de Santana -, Eva usou as redes sociais para relatar seu drama com os sintomas da covid e alertar às pessoas. “Em linha de frente nos achamos super heróis. Mas não somos. Vacina, tomei, sim. Me cuidar, me cuidei. Mas não foi o suficiente e, lembrem-se, nunca é suficiente. Enfim, positivo e tô matando um leão a cada dia. Por favor, peço encarecidamente que se cuidem e se protejam. Fiquem em casa. O vírus está aí e continua”, disse Eva, que estava internada no Hospital EMEC.

Sobre a segunda dose da vacina, prevista para ser aplicada na próxima terça-feira (23), Eva diz que ainda não foi confirmada. “Estou aguardando posicionamento dos médicos”, observa.

Segundo autoridades médicas, a primeira dose da vacina imuniza a partir de 15 dias, se for a Oxford. Se for a coronavac – aplicada em Eva -, a imunização vem 15 dias após a segunda dose.

 

 

Comentários (0)

Leia mais

Publicidades